Unexpected Thoughts!

Pessoal...

>> segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

BOM ANO DE 2008!!!

Beijinhos e abraços para todos!

Read more...

Era...

>> sábado, 29 de dezembro de 2007

Read more...

....

>> domingo, 23 de dezembro de 2007

Querido Pai Natal, fofo... lembraste daquela carta enorme que te escrevi a pedir uma enormidade de coisas?

Pois bem, se, para as segundas, quartas e sextas me deres este:


E para as terças, quintas e sábados, este:



Sendo que o Domingo ficará reservado para os dois...



Podes esquecer aquela lista gigante e dar-me só estas duas coisinhas!!!
Menos trabalho para ti, parece-te bem?

Pronto, vá! Um bom Natal para todos!!!

Read more...

Conversas produtivas em horário laboral...

>> segunda-feira, 17 de dezembro de 2007


Mulheka – Sabes o que é isto?

Colega 1 – Agora já seiiiii, é um lip gloss!

Mulheka – Muito bem, já tás a aprender!

Colega 2 – Eu ia dizer que isso era outra coisa...

Mulheka – O quê?

Colega 2 – Não posso dizer, está aqui muita gente! Só falta aí um botãozinho, senão vibrava...

Mulheka – É pequeno, não tem espaço para ter um botão. E tu, sabes o que é isto?

Chefe – É um gloss!!! Mas também pode dar para outras coisas...

Mulheka – Olha-me outro! Ah, e isto até tem cheiro a melão!

Colega 2 – Detesto melão. Melão para mim é contraceptivo. Melão e aquelas brasileiras que dizem: “Oi? Oi?”

Colega 3 – Não gostas de melões? E meloas?

Colega 2 – Nem melões, nem meloas, não gosto nada dessas coisas.

Colega 3 – E melancia?

Colega 2 – Melancia gosto.

Mulheka – Eu gosto de melancia mas dá muito trabalho a comer por causa dos caroços.

Colega 3 – Faz como eu. Comes e cospes os caroços.

Colega 2 – Mas isso és tu que és um javardolas, as senhoras não comem assim. Uma senhora, não cospe...

(Meia hora depois...)

Colega 2 – E até digo mais... quem ama, engole!!!


Os meus colegas são umas jóias de moços... LOL

Read more...

Estou destroçada!

>> domingo, 16 de dezembro de 2007


 
Hoje fiquei a saber que o Rudolfo, o MEU Rudolfo, está apaixonado pela Popota!

(Clicar antes de continuar a ler)


Para quem não sabe, há uns anos que tenho uma paixão avassaladora pelo Rudolfo (Sim, a rena de nariz vermelho).
Vocês já ouviram o babe a falar na Cidade FM? Ele é lindo!!!
Quando o oiço sobem-me uns calores por mim acima que nem sei como me aguento...

Enfim, voltando ao assunto inicial...

Estava eu no serviço a ouvir a Cidade FM (Oops, o chefe lê isto. Na 2ª feira lá vou ter que lhe levar um Kit Kat! :p) porque hoje só saí às 23h (tadinha!), quando ouvi uma voz familiar... era o Finho (nome carinhoso pelo qual o trato)!
Meus olhos brilharam, meu coração bateu mais forte, meus joelhos tremeram... mas num ápice a minha alegria desapareceu.

Estava ele todo meloso, com uma musiquinha de fundo muito fofinha... ou não, a dizer que estava apaixonado pela Popota e a pensar no que lhe iria oferecer no Natal.

Oh Rudolfo... a Popota, meu animal?

(Clicar antes de continuar a ler)


Tudo bem que a Popota tem um bom coração e tal, é amiga das criançinhas e bla bla bla pardais ao ninho...

Mas e eu?
Consigo ser menos espaçosa que ela, tenho cabelo, não tenho só dois dentes, não tenho sorriso estúpido, e não ando sempre aos saltinhos.

(Clicar antes de continuar a ler)


Dizias tu que estavas a pensar oferecer à moça uma cena para pulir as hastes mas depois lá te apercebeste que ela não as tem, afinal de contas, a gaja é um hipopótamo.
Mas queres tratar disso? Eu ajudo!

(Clicar antes de continuar a ler)



(De qualquer forma continuo a achar que só estás a usar a Popota para conhecer a Sónia Araújo! É isso, não é? Confessa!!!)

Read more...

Parece que...

>> quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

(Cliquem na imagem para aumentar)

Os gajos da Comercial são uns grandes malucos.. gostos não se discutem ahaha!!!

Read more...

Ai!!!

>> domingo, 9 de dezembro de 2007

Começo a acreditar que ter um irmão com a mania que é cantor, pode ser perigoso para a saúde mental de uma pessoa...

Edvard Munch - "The Scream"

Read more...

Há muitos anos conheci uma rapariga em que os pais se separaram quando ela tinha 5 anos e o irmão, poucos meses de vida.

Depois desse dia, o pai simplesmente desapareceu da vida deles. Nunca quis saber se estavam bem, se precisavam de alguma coisa, se ainda eram vivos. Nada, nem uma palavra, um telefonema. A única recordação que ela tem de quando estavam todos juntos era do pai a gritar para mãe, dizendo-lhe para ela lhe dar o dinheiro que ganhou a trabalhar, para ele o ir gastar em jogo e tabaco… e em mais sabe-se lá o quê! Sei também que nesse dia, ela estava em pé em cima da cama, a assistir.

Não existem mais recordações, essa é única!

Não sei como foram os anos seguintes da vida dela relativamente a sentimentos, se ela me contou, não me recordo. Estiveram a morar em casa dos avós maternos.
Sei que no dia do pai, os colegas fazerem prendas e desenhos para os pais enquanto ela não fazia para ninguém e depois começou a fazer para o avô!

Mudaram de casa. Ela não se lembra muito dessa altura.
A mãe arranjou um namorado e o irmão dela começou a chamar esse homem de pai.
Bom para ele, afinal de contas foi o único que conheceu, apesar de saber que não era o verdadeiro.

E voltaram novamente a mudar de casa e de infantário.
Grande parte das vezes a mãe não os podia ir levar à escola e sei que ela com 9 anos ia sozinha com o irmão até à escola. Deixava-o no infantário e depois ia para a escola pois pertencia tudo ao mesmo. Cesto na mão e lá iam eles.

Até eram felizes. Faltava sempre algo, mas eram felizes!

A mãe casou-se. Voltaram a mudar de escola, amigos, sítio. Acho que ficaram muitas recordações dessa altura em que moraram em Sacavém.
Nessa nova casa ganharam uma nova família. Ela nunca se integrou. Não conseguia chamar ninguém de pai, avó, avô, tia, tio e primos. Só a mãe e o irmão eram da família dela! Ele conseguiu e foi muito bom para ele.

Anos mais tarde, a mãe voltou-se a divorciar. E o “pai” do irmão dela deixou de falar ao miúdo porque a nova mulher o proibiu de o fazer.
Não sei o que passou na cabeça do puto, mas saber que o homem a quem chamou pai durante 12 anos cagou nele de um dia para o outro, deve ter doído! Aliás, eu sei que sofreu muito por causa disso.
O resto da família dele mantêm contacto até aos dias de hoje e gostam muito dela, do irmão e da mãe mas o elemento principal para o irmão dela não o faz.

Voltaram a mudar de casa. Mas os amigos e a escola mantiveram-se!
Houve um dia em que ela precisou de viajar para fora do país, Boston - EUA!
Era menor de idade, tinha 16 anos e por isso, necessitava da autorização de ambos os pais. Tinha que ir ter com ele.
Pediu à mãe para ir com ela. Combinaram no notário.
Ele apareceu. Ela ficou nervosa. Estava novamente com ele depois de 12 anos. Ele agiu como se tivesse tudo bem, como se nunca tivessem perdido contacto, como se sempre tivesse ajudado, preocupado.
Trataram da papelada. Ainda beberam café.

Ele olha para a rapariga e diz-lhe: “És tão bonita mas tens uns olhos tão tristes!”

A mãe dela não gostou. Perguntou-lhe prontamente porque é que ele achava que isso acontecia. Falaram como se ela não tivesse ali.
Ele disse que as coisas iam mudar, que a partir daquele dia iria ser mais presente, ajudar em alguma coisa e que queria conhecer o filho.
A rapariga feita parva acreditou. Foram precisas poucas semanas para saber que era tudo mentira. Dele? Nem telefonema a saber se o avião tinha caído ou não.
No 11 Setembro de 2001 estava ela em Boston porque os aeroportos estavam todos fechados.

Ela voltou e as coisas continuaram como sempre. Nada de especial.
Voltaram a mudar de casa. Mas mais uma vez, os amigos e a escola mantiveram-se!
A mãe já tinha novo namorado mas cada um na sua casa.
O irmão sempre aceitou bem os namorados da mãe, ela nem por isso!
Os anos foram passando, as coisas com o namorado mantinham-se.
Muitas vezes ela esquecia-se dos filhos em função do namorado. Os fins-de-semana eram para ele. Os restinhos que lhe sobravam ao final do dia, umas vezes eram para os filhos, outras para o namorado.

E ela via o irmão a sentir isso na pele e não gostava. Para ela era meio indiferente. Felizmente ou infelizmente, já estava habituada. A relação com a mãe nunca foi de amigas confidentes, sempre foi tudo muito distante. Não se abria, não falava, o que sentia era só dela e de mais ninguém.
Mas o irmão não podia sofrer, não podia sentir o que ela sentia e muitas vezes se chateava com a mãe por causa disso. Parecia que ela se esquecia deles a maior parte das vezes. O irmão sofria calado por causa das escolhas da mãe e ela por ver o irmão assim.

As coisas foram melhorando, aos poucos. Nada de bom, mas simplesmente aceitável.

Chegou uma nova pessoa à família deles. Estão todos contentes.
A mãe deles mudou-se para ir viver com o namorado. Estão os dois sozinhos. Em breve o irmão também se vai mudar lá para casa, é bom para o irmão. Mas ela sabe que o irmão vai ficar mais uma vez em 2º ou 3º lugar. Consciente ou inconscientemente é o que vai acontecer. E ela gostava que o irmão sentisse que de facto ele também merece o 1º lugar.

Não tenho pena deles, é um sentimento feio e que só se deve ter por pessoas mesquinhas e invejosas. Mas deixam-me triste. Vai-lhes sempre faltar o sentimento que se recebe por parte de um pai. Não DO pai deles, mas de um que realmente merecesse ser pai.

É por isto que a minha melhor amiga não gosta do Natal e eu até a compreendo!


Música: "I Miss You" - Haddaway

Read more...

A Carta!

>> quinta-feira, 6 de dezembro de 2007



Querido (cutchi cutchi) Pai Natal,

Eu, Mulheka Virgulina, venho por este meio dar-te a conhecer a minha lista de presentes para este Natal.

Como prenda do meu óptimo comportamento (modelo, até!), creio ser digna de um simples Opel Astra ou Seat Leon. Sei que mereço muito mais, mas do alto da minha modéstia e humildade, é o que consigo mendigar. Minha timidez e humildade (já disse humildade?), não me deixam avançar mais.

Como prova da minha boa índole e preocupação com outras gentes, peço-te, do fundo do meu coração, que dês um pouco de juízo à Foi Bom. Ela, coitadinha, é assim meio desregulada e se continua assim, não sei onde vai parar. Eu, lá no fundo (mesmo no fundinho), até me preocupo com ela! Eu sei que é difícil, mas tenta, por favor Pai Natal, tenta!

Para:

- Blackstar, melhor gosto clubístico! ihihih. Pronto vá, e que lhe dês mais 1499 malas à escolha dela!;

- Marta, um gajo que não tenha medo dela. Coitada da rapariguita, pequenita e magrita mas eles fogem. (Quem é amiga Iluminada, quem é?)

- Para o Tavguinu, um harém cheio de gajas todas siliconizadas (esta palavra existe?) e chupadinhas como ele gosta eheh

- The One You Know , aqueles dois parafusos que perdeu e tanta falta lhe fazem… ah, e melhor gosto clubistico;

- Diabba, uma pedra daquelas que o meu bisavô usava para afiar as facas que o tridente dela tem andado… uhmmmm, digamos… maciozinho, maciozinho eheh;

- Curiosa, dai-lhe mais tempo senhor que eu já tenho saudades dela;

- Helluah, que o Sr. Manuel lhe faça as suas comidas preferidas sempre com muita disponibilidade;

- Gajas Boas 1 e 2, que o Sr. Rui esteja sempre disponível para elas senão qualquer dia ainda lhes dá uma coisinha má;

- ifrancisca, que lhe saia o euromilhões para ela continuar a fazer aquelas viagens maravilhosas e que possa pagar também as minhas;

- Allie, dinheiro para comprar um carrito novo que com o azar que a rapariga tem, mais vale prevenir;

- Tia Cremilde, um kit idoso. Fraldas, óculos, bengala… não quero que lhe falte nada. Com a vida doida que a tiazoca leva, é necessário ter sempre tudo à mão! Que as coleguinhas do lar fiquem com muito inveja;

- Anokas/Anita, não lhe dês nada que ela tem andado a fazer inveja ao mais comum dos mortais com lareira e boa companhia e isto e aquilo. Ah pera, melhor gosto clubistico eheh;

- Blue, até que poderia pedir para lhe dares a Jolie, mas a Jolie é para mim! Dá-lhe o Pitt!

- Peixe, melhor gosto clubístico. Já te tou a fazer poupar Pai Natalzinho, a mesma prenda para 4 pessoas;

- Rafeiro, Pedigree, muitas sacas de Pedigree que este meu Rafeirito é fino;

- Aragana, não lhe dês nada enquanto ela não publicar o novo capítulo dos Perdidos…;

- MyRedShoes, olha, e já vão 5 com a mesma prenda! Vês como sou poupadinha?;

- Nanny, Como sabes eu não vou à bola com gatos, mas com esta até simpatizo. Por isso, peço-lhe que lhe dês criatividade e imaginação para ela se lembrar de me levar nos passeios dela;

- Saci, esta mulher já tem tudo! Saci, tens tu que me dizer: Que queres para o Natal?

- Crestfallen, que faças com que as mulheres lhe dêem descanso que o homem anda cheio de loucas atrás dele (eu ainda acho que é culpa dele mas pronto, eu sou boazinha e não quero que o rapaz também dê em doido.);

- Tia Conha, juízo! Dai-lhe juízo e fá-la voltar! Nem que seja à pancada!!!

- Lésbico , Umas belas palmadas! Ah e tal parte-se todo, vais uns meses para a Escócia para “recuperar” cheio de loiras à sua volta e nem nos diz o nome do médico que lhe receitou o tratamento;

- Miss Velvet, primos, muitos primos ahaha;

- JumpSeat, para ela, peço o mesmo presente que pedi para a Nanny! Eheh

Fora isso, gostava de uma impressora multifunções: fax, scanner e fotocopiadora, uma máquina de lavar loiça, uma empregada de limpeza, uma casa na praia e, se ainda der, um telemóvel que o meu está quase a cair de podre. Vi um muita giro. E olha, nem precisas de me dar o dinheiro todo. Dás-me 130€ e eu dou 600pontos TMN. Bom Negocio, não?

De todas as cartas que recebeste… em alguma delas proposeram-te comprar algo a meias? Não, pois não?

*Adenda:

- Para a Ana, faz da Ivetinha (o pernão brasileiro), lésbica! Ou pelo menos Bi!!! :D E... que a ponhas rendidinha, caidinha, completamente apaixonadinha pela Ana!!!

Read more...

>> sábado, 1 de dezembro de 2007

Não vou comentar... é melhor não!!! E é bom que também não façam comentários... aconselho!


A qualquer comentário mais triste, a resposta será standard: "Sou benfiquista com muito orgulho, com muito amor..."


Don't piss me off!!!

Read more...

Amanhã...

>> sexta-feira, 30 de novembro de 2007

... Vou lá estar!!!


"Somos BENFICA, somos PAIXÃO, somos a GLÓRIA, a voz mais alta de uma NAÇÃO!"


(Dispensam-se comentários TRISTES da tripeirada senão vou-me a vocês... ai vou vou!!!)

Read more...

Fada do Lar... ou não!

>> domingo, 25 de novembro de 2007

Isto de viver sem a mãe tá-me a dar a volta a cabeça...
Então não é que hoje acordei às 8.30h (Lembre-se: FIM-DE-SEMANA, Domingo, oportunidade para dormir até muuuuuuito tarde...) e em vez de ficar na ronha até voltar a adormer como é costume....


Levantei-me e fui LIMPAR A COZINHA!!!
Limpar a cozinha?
Eu? Que ADORO dormir???
Só posso estar doente! Só pode ser isso...

Mãezinha, volta volta que estou a ficar parvinha de todo!!! (brincadeirinha...)

E aqui ficam dois vídeos para o resto do fim-de-semana! Gatos em alta!!!

CONDUTOR DE AMBULÂNCIA



"Venho eu com o ponteiro sempre a bater nos 50 e depois faz-me esta desfeita e morre!"

PERDIDOS




"Os gajos podem ser estrangeiros e não saber que o Benfica é o maior" eheheh LINDO!!!

Read more...

Só visto!

>> quinta-feira, 22 de novembro de 2007


Mas quem é a mãe que manda um sms assim (vou escrever exactamente igual):

"Mulheka, se ai tiver a xover manda msg ao teu irmao k o vais buscar. aki ta a xover bue. bjs"

Grande maluca!!!

Read more...

Os homens e as castanhas assadas

>> segunda-feira, 19 de novembro de 2007


Acabei de acendar a lareira (depois de meia hora a tentar!!!). Assim sim, gosto da chuva… quando estou em casa, no quentinho, debaixo de um cobertor.
Gosto de ouvir a chuva lá fora e sentir o cheirinho da lenha queimada (Não sou piromaníaca, descansem!).

Eu adoro o Inverno!
Gosto muito do Verão, por causa da praia, do mar, dos banhos de sol. Mas o Inverno é a minha estação do ano favorita (tirando a chuva). Gosto do frio, dos cachecóis, dos casacões, dos gorros, do estar em casa no quentinho com a lareira acesa… e do cheirinho a castanha assada quando saio do metro. Gosto!

Mas… não é disso que venho aqui falar.

Eu - Olááááá!
Amigo – Olá Pipoquinha!
Eu – Parabéns!!!!
(…)
Eu – Então, como está a correr o dia?
Amigo – Normal. Ainda não tive assim nenhuma surpresa boa!
Eu – Ahhhhhh! Então nós já não falarmos há algum tempo e eu ter-me lembrado do teu aniversário e ter ligado, não foi uma surpresa boa?
Amigo – Eu sabia que ias ligar!
Eu – Ahhhhhh! Mas tu estás a dizer que sou previsível, é?
Amigo – Epá!!! As mulheres e a mania de dar a volta à coisa para virar as culpas para nós!!! :D

Mentira!!!
Pelo que já senti na pele e pelo quevi, os homens é que têm a mania de tentar virar as culpas para nós para não terem de tomar certas decisões.

São cobardes!
Não querem ter de tomar esta ou aquela decisão, não têm coragem dizer isto ou aquilo, então, agem “discretamente” (pensam eles)***, fazem de tudo para tornar certa situação/ convivência, etc, insustentável, para levarem a gaja a fazer ou a dizer aquilo que, na realidade, é a vontade deles, podendo então, fazerem-se de vítimas ou ingénuos, tendo tudo isto como objectivo, não ficarem de consciência pesada por terem feito isto ou dito aquilo!
É muito mais fácil os outros tomarem as decisões por nós, não é?

*** Mas acham mesmo que não damos por isso? (Estou a falar de mulheres inteligentes, claro!) Mesmo mesmo? Pronto, até podem ficar contentes por vos termos feito a vontade e pensar que caímos na esparrela… mas antes vocês ficarem na vossa santa ignorância, do que nós aturarmos filmes de 5ª categoria!


Obviamente que não estou a generalizar, mas que a maior parte é assim… é! E por favor, não me venham com tretas!


E adubo nos dito cujos? É que já cresciam, não?

Tenrinhos…


E em que é que os homens estão relacionados com as castanhas?
Bem, nas castanhas, esquece-se o exterior e come-se o interior, já nos homens...

Read more...

Em que ano é que nós estamos?

>> domingo, 18 de novembro de 2007

Vejam.... simplesmente vejam! Ainda há com cada um(a)!!!
Como é que alguém, nos dias de hoje, ainda pensa assim?
Regrediu no tempo? Não saiu do século passado?




Bruninho, como sempre, estás lá!!!

Read more...

É...

>> sexta-feira, 16 de novembro de 2007


Eu acho que tá mal!
Acho, pronto!

Hoje passei o dia assim a atirar p'o doente... a modos que estava a precisar de um mimo!

E pensei no quê?
Pois, nisso mesmo!!!

Naqueles polícias...
Não naqueles polícias de farda azul escura e azul clara, não naqueles de farda verde...

Tou a falar daqueles de farda azul escura, toda. Justinha! Onde conseguimos visualizar perfeitamente aquelas nádegas bem formadas... calças para dentro das botas, umas letras brancas escritas nas costas, cecetete à cintura, algeeeeemas. De dia, normalmente usam ocúlos de sol e... têm sempre uma boina assim de lado que lhes dá um ar, um ar... D.E.L.I.C.I.O.U.S!!!

É que normalmente esses são os únicos homens da lei jeitosos... aquela farda!

Mas andam escondidos! Vejo pouco desses!
Na net, nem fotos deles consegui encontrar.

A Diabba que diz que de vez em quando existem uns desses no tribunal, musculadinhos, enxutinhos, cheirosinhos... (Ouve lá, como sabes que os senhores cheiram bem, uhm?). Já me colei para ir trabalhar com ela uns dias...

E pronto, a modo que precisava de um miminho desses, conhecem algum?
Sim? Então aqui fica: 96 "#$ %& !=

Read more...

Epá...

>> quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Há quem pense que devo ser irmã desta!
(Para os mais distraidos.. [Sim Rute, é para ti LOL]: É uma Otária!!!)

Aqui fica o esclarecimento:



Lamento!

(O meu jeitinho para o desenho é quase nulo: Só sei desenhar palmeiras, mar, gaivotas e o por do sol...)

Read more...

Mundos Mudos!

>> sábado, 10 de novembro de 2007

“Sei que é cena fora mas todo o dia chega a hora em que o lado esquerdo chora quando se lembra de nós..."


Esta noite vou estar no Atlântico para ver e ouvir estes senhores:


Gosto bastante das rimas, dos trocadilhos, do conteúdo das letras.
Gosto da inteligência, da crítica, da realidade.
Gosto de como algumas são carinhosas sem serem lamechas, insinuantes sem serem ordinárias.
Pura poesia cativante!

Gosto também do rabo do Virgul mas isso não é para aqui chamado!


"Para minha alegria e meu espanto
Pode ser que o passado fique por onde deve estar:
No pretérito imperfeito, já que não é mais-que- perfeito,
Este é um presente que eu aceito”



Já os vi ao vivo e gostei. Gostei pela presença em palco, pela interacção com o público, pelo sentido de humor e mais uma vez, pelas críticas e pelos alertas que deixam.
Pelo que dizem este vai ser um concerto diferente, o da consagração dos 10 anos de carreira.
E vão ter alguns convidados, entre eles, os Gato Fedorento. Promete!!!


“A verdade é que a saudade do que passou
Não é mais que muita...

Mas por muita força que faça ela passa por saber que
te vivi..."


Sei também que em vez de atirarem para o público toalhas cheias de suor, atiram garrafas de água e preservativos. Nada mal! Pode ser que me calhem alguns e não tenha que os ir comprar ao supermercado e levar com a má cara da empregada de caixa ressabiada!!!

"Tu deste tudo e eu joguei, arrisquei e perdi
Agora,
"Muda o teu número, eu mudei o meu,
Muda o teu Mundo que eu mudei o meu.”

Bom concerto para quem vai!
Divirtam-se!!!
Música: Da Weasel - "Mundos Mudos"

Read more...

Ida ao médico!

>> quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Na passada 4ª feira fui ao médico, queria que me passasse várias análises para fazer e lá marquei consulta!

Entro no centro saúde, falo com as senhoras da recepção e sento-me à espera da minha vez. (Porque é que sempre que vou lá só estão velhos na sala de espera?).

Bem, enquanto espero, deparo-me com um sinal igual a este:

Fiquei feita parva a olhar para aquilo!

De facto, as velhas fazem um granel do caraças a contar as suas desgraças e a competir para ver quem tem mais dores:

- Já viu como estou? Nem me consigo mexer, não sabe o que tenho passado Ermelinda…

- Então e eu? Tu nem imaginas Inácia, tenho ido todos os dias ao médico, isto tem estado muito mal, muito mal mesmo, já nem sei o que fazer…

Só lhes falta a lama…

Adiante…

Ouvi chamarem o meu nome e lá fui ver quem era o meu médico de família (Este ainda não conhecia. Já vou no 4º…)

Doutor – Mulheka, graaaaaaande Mulheka!!!

(Eu calada com cara de parva a olhar para o homem a questionar-me se já o conhecia para tamanha festa, mas não! Também me perguntei se aquilo do graaaaaaaande era um elogio ou mesmo a constatação de um facto, da minha grandiosidade para os lados ou só mesmo de altura ahaha)

Mulheka – Bom dia!

Doutor – Diga-me Mulheka, que faz por aqui uma menina com um ar tão saudável?

Mulheka – (Em pensamento: Epá, este gajo até é fixe!) Eu não tou doente doutor, quero é que me passe análises para fazer sff.

Doutor - Ainda bem, ainda bem! Então e que análises quer?

Mulheka – Alergias! Mande-me aí fazer análises para alergias que as vezes aparecem-me umas borbulinhas nos braços ou nas pernas e desaparecem mais ou menos 15min depois. Não acontece sempre mas de vez em quando.

(Imprimiu 3 folhas so de analises ao sangue)

Doutor – Cheira-me que vai ficar sem sangue. Anémica mesmo, com tantas analises que lhe tou a passar ahahahah. E que mais?

Mulheka – Olhe, não consigo andar direita!

Doutor – Antes ou depois de beber?

Mulheka – Se for depois de beber, como deve calcular não me lembro, mas sei que também não consigo andar direita mesmo sóbria. O que é que eu faço?

Doutor – Natação!

Mulheka – Não quero! Não preciso de alargar mais.

(….)

Mulheka – Ah, e quero que me passe análises para fazer despiste de HIV e essas coisas todas.

Doutor – Sim senhora! Isto vai ser bonito vai. Eu vou ser despedido por passar tantas análises e tu vais ficar o anemia eheh. Então vamos lá ver o que te vou passar para fazer (enquanto olhava para o PC e assinalava as analises a fazer…)

Hepatite, também queres?

Mulheka – Quero tudo!

Doutor – Mas tu ainda não tens fígado?!?!?! (acho que foi isso que ele disse)

Mulheka – Olhe, então mande-me fazer o que achar melhor.

Doutor – Bem, se fosses minha filha eu também te mandava fazer esta analise, por isso, vais fazer.

Mulheka – Tá bem!

(Lá andava ele a olhar para o PC a assinalar o que ia fazer…)

Doutor – Epá, este sol está-me só a encadear, não consigo ver nada. Veja lá, até parece que tas vestida de preto…

(Sim, eu estava vestida de preto)

E pronto, saí de lá com 6 ou 7 folhas de análises para fazer e gostei do senhor.

Bem que podiam ser todos assim, simpáticos e bem dispostos mas por outro lado, se assim fosse, aí é que as velhas não desamparavam o raio da loja...

Creio que aqui se poderá aplicar o famoso: Ser ou não ser? Eis a questão…

Read more...

Rodrigo!

>> sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Pois é, o puto já tá cá fora! :D

Nasceu ontem às 12h com 52cm e 3,650kg!!! Parto normal e a mãe não precisou de pontos. Está tudo bem com os dois.

O puto tem um belo material, até a enfermeira disse isso hoje, enquanto lhe estava a dar banho. Tou a ver que vou ter que me por a pau com as gajas…

É um bebé muita giro!!! Normalmente eles nascem todos feiinhos e enrugados mas o gajo não. Parece que foi passado a ferro :p

Read more...

Happy Halloween!!!

>> quarta-feira, 31 de outubro de 2007


Eu preocupo-me com vocês....

Read more...

Gato Fedorento

>> sábado, 27 de outubro de 2007

No outro dia deu-me para ver uns sketches dos Gato. Apesar de já os ter visto, rio-me à brava com estas gajos. Sendo assim, e para vos desejar um bom fim-de-semana, deixo-vos com 2 sketches.
A partir de agora, de vez em quando, vou postando os meus favoritos.

Corrupção em Portugal.
Bom demais!!! Bela chapadinha sem mãozinha...



Não me apetece trabalhar.
Lata... é só lata lol



Chefinho, tu que me lês... passa-se isto assim assim de maneiras que na 2ª feira não posso ir trabalhar, sim? Bom fim-de-semana! lol

BOM FIM-DE-SEMANA a todos! Aproveitem!!!

Read more...

Ruuuuuuuuuun!!!

>> sábado, 20 de outubro de 2007


No outro dia, estava eu a beber o meu iogurte do meio da manhã e pus-me a ler o Destak. Entre verias notícias, comecei a ler a coluna da Isabel Stilwell. O tema era sobre como combater a infertilidade! O título? “Sexo mais frequente combate infertilidade”

Ah pois é!!! Não sei se já tinham lido sobre este assunto mas eu não!

E como é que a senhora sabe destas coisas? Pois que houve um congresso de Medicina Reprodutiva nos EUA, em que especialistas da Universidade de Sydney anunciaram que “os homens com esperma defeituoso e que querem produzir uma gravidez, devem praticar sexo todos os dias. Sem excepção.”

E mais...
Homens e meninos com portáteis… aqui fica algo para vocês:

“Os laptops, o que traduzido significa "os que se poisam ao colo", aquecem loucamente, chegando alguns dos seus componentes aos 70ºC. Ora, umas boas horas passadas com uma botija destas encostada às partes nobres do aparelho reprodutor, nomeadamente o escroto, aquece-as em cerca de 2,6ºC. Esse acréscimo é brutal e directo, reflectindo-se ainda por cima numa zona geralmente refrigerada para permitir o bom funcionamento da fábrica.”

Gostei especialmente da tradução "os que se poisam ao colo", mt boa. Disso e de expressões como: “aquecem loucamente”; “umas boas horas passadas com uma botija destas encostada às partes nobres…” e “..o bom funcionamento da fábrica.”. É bonito!!!

Querem ser férteis? Toca a pinar a torto e direito, sff!!!
Aqui fica o artigo completo.



Outro assunto... frases soltas!!

Na empresa onde trabalho, oferecem-nos um curso no Wall Street Institute, então, lá fui eu à aula de apresentação. A professora é toda p’ra "frentex", simpática, basicamente, uma fixolas. E disse ao pessoal um coisa muito bonita, um conselho: “Vocês não tenham medo de enterrar um pastel!” (Querendo com isto dizer para o pessoal falar à vontade e não ter medo de cometer erros!)
Gostei da expressão!
Já agora,
viram viram o trocadinho? Enterrar o pastel… cometer…

Bem...

De facto, se alguém ouvir de fora certas conversas, pode tirar conclusões erradas. Se ouvissem:

“Apanhas onde?” ou “Toda a gente quer bolas!” seguidos de um ataque de riso, pensariam o quê? Pois é… não quero saber.
Mas ao contrário do que parece, a primeira frase era a questionar onde é que ele apanhava o autocarro e a segunda frase foi uma resposta que me foi dada após ter pedido uma bola de anti-stress, no entanto, não tinha sido a primeira e mais gente já lhe tinha pedido bolas…
O português é matreiro, não é???

Tinha mais assunto mas isto já tá muito grande, Fica para a próxima!

Música: "Laura Non C'e" - Nek

Read more...

Pesquisas Google #3

>> terça-feira, 16 de outubro de 2007

E aqui fica mais um lote de palavras que, por alguma razão, faz com que o pessoal chegue aqui ao tasco!!! Fascinante...

“Símbolos desenhinhos solzinho carinha”
Não me digas que também és daquelas pessoazinhas irritantezinhas, supostamente muito queridinhas que só diz palavrinhas acabadinhas em inhos e inhas?!?

“Pretas safadas”
Gostava de saber como é que com esta pesquisa vieste parar aqui ao estamine… gostava!

“Impulso de trair”
Olha-me outro com a desculpa que são impulsos que não se podem conter…
Mal geral, tá visto!

“Safadinhas lindas virgens 14 anos fotos grátis”
Aplica-se o mesmo que ali ao companheiro das pretas safadas… somando o facto de que tu és doente!!!

“Patroa safada marido obediente”
Respeitinho é bonito ahah!

“Carteira com compartimento para camisinha”
Tu tiveste essa ideia, e eu tive ESTA!
A tua é bem, mas acho que a minha tem mais vantagens, não achas? Não acham?

“Mulheres desesperadas/ Procuro mulheres desesperadas em Setúbal”
Desculpa mas não conheço ninguém que seja de Setúbal. Quer dizer, tenho lá família mas acho que não se encaixam nos teus requisitos. Quanto voltar com a minha rubrica “À procura do amor” pode ser que tenhas sorte!

“Histórias de empregado e patroa”
Epá... eu não sei de nenhuma! Vocês, sabem?

“Amizade Colorida o que é?”
Pode ser que ISTO te ajude! É a minha opinião… que vale o que vale!

“Sandoku”
Sudoku amigo! Sudoku! Ou será que andas a procura do Sandokan? Do Songoku?

Read more...

Calúnias!

>> domingo, 7 de outubro de 2007


Sou uma injustiçada!

Os meus AMIGOS não confiam em mim… para chegar a horas!

Dizem que tenho um grave problema em cumprir horários. Quando combinam algo comigo nunca dizem só “Olha, é as 20.30h no XXXX!” Em vez disso, fazem: “Olha, é as 15h no XXXX. Mas é que é para tar lá mesmo às 15h. Tu não te atrases. Já sei como é que tu és. Vá la, tenta não te atrasar.” Chegando, por vezes, a combinar às 20.30h comigo, quando, na verdade, só é necessário estar no local às 21h.

Eu entendo que, pronto, vá lá, ÀS VEZES chego atrasada. Mas não é sempre! Não tenho culpa que haja sempre qualquer obstáculo que me faça chegar…. Um bocadinho depois da hora!

Eu juro que quase nunca, a culpa de me atrasar, é minha.
Há sempre uma ou outra força cósmica que me faz sair de casa mesmo em cima da hora! Eu sei que é uma coisa feia e não gosto de chegar atrasada...
Não é defeito, é karma! Acreditem!

Ontem cheguei como combinado às 20.30h em ponto!
Comentário: "Ai tão bonita!!! Quando te vi chegar nem queria acreditar!"
Calúnias...

E agora vem o Crestfallen dizer que isto é muito típico português. Que na Alemanha, Itália, Holanda, Coreia, China e, vejam só, até nas Filipinas, o povo é todo muito pontual e nunca chegam atrasados a nada. O defeito é só do português, somos um povo com regras pouco rígidas relativamente a horários. Somos os únicos que fazemos estas coisas. Uns malandros!!! Não é, Crest? Ahah

Bem, ao menos é a única coisa para a qual não confiam em mim…. Menos mal! :)

Read more...

Boa sorte!

>> domingo, 23 de setembro de 2007

(Foto de Erik Reis)

A partir do momento em que comecei com este blog, modéstia à parte, fui-vos presenteado com textos que de dia para dia aumentavam de qualidade, e gostava de o fazer. Sentia-me bem, inspirada e gostava que vocês gostassem.
De há uns meses para cá, isso não tem acontecido. Os posts foram descendo de qualidade e cada vez mais espaçados. Pouco conteúdo, menos interessantes e não foram escritos com tanta vontade com os outros.
Sei que merecem mais do que textos escritos em cima do joelho só mesmo para dizer que postava, por isso, está na altura de parar.
Todos chegamos a um limite em que sabemos que devemos mostrar o sinal de STOP a nós próprios, seja em que situação for...

Há coisas, pessoas, situações... às quais não conseguimos ficar indiferentes, Por mais que tentemos, lutemos, ignoremos, se nos dizem algo, vão sempre incomodar, vão sempre mexer connosco.

Situções que nos tiram a inspiração, o positivismo e a vontade de. Neste momento (e envergonhando-me solenemente de estar a dizer isto) é assim que estou e que me sinto. Continuo a ter estaleca :) mas há momentos de quebra.


E... para o meu querido blog não passar a ser (ler com sotaque de Cascais) uma daquelas coisas deprimentes e "hórrórósas" que fazem urticária à minha pessoa, vai ficar paradinho, quietinho, do tipo Belo Adormecido.

Sendo assim, beijos a abraços aquelas pessoas que aqui conheci e criei laços (alguns deles bastante fortes). Os que continuam a ser "virtuais" (que não são menos importantes por isso), aqueles que passaram do virtual para a realidade (obrigada!), aqueles que ainda vão passar (espero mesmo!), aqueles que fazem parte do meu dia-a-dia (é um privilégio para vocês, não é? ahahah) e aqueles que me lêem e eu não faço a mínima ideia! (:D)

E o Rodrigo está quase a nascer, por isso vou ter menos tempo.

Num livro que acabei de ler, um desconhecido dizia para a personagem principal: "Encontra-te! Tenta encontrar-te!".
Depois volto.

Ate já!
Música: "Boa sorte" - Vanessa da Mata & Ben Harper

Read more...

Quem canta com mais coração?

>> domingo, 16 de setembro de 2007

Estes?



Ou estes?


Parabéns à selecção! Os melhores amadores do mundo a jogar contra os melhores profissionais do mundo... é dose! Valeu pela paixão no que fizeram!

Já agora, e a Haka? Viram? Fabulosa!
Vejam agora neste ângulo... até mete medo:



Quanto à RTP... ouvi dizer que não transmitiram o jogo por "não ser de interesse nacional...". Sim! Sem dúvida que a novela ou lá o que puseram a dar nesse horário foi muito mais interessante!

Read more...

Desafio

>> terça-feira, 11 de setembro de 2007


As Gajas gajas desafiaram-me... e o meu relacionamento com desafios está a ficar assim um bocadinho... azedo!
Mas como foram as Podres de Boas, mais concretamente a Boazuda 1... vá, faço o sacrifício! (Depois pagas!)

1º Dia mais triste da minha vida: Não sei! Isso é bom, né? Sei de momentos tristes... Lembro-me que fiquei p'a morrer quando a minha mãe me tirou o Tiger, o meu cachorro lindo! Aiiii, e quando o meu Glorioso perde! (Ideia retirada da Boa 1, que disse e disse muito bem!)

2º Dia mais feliz da minha vida: 8 Setembro 2001!

3º Manias: Às vezes dizem-me: "Deves ter a mani, deves!" Não sei porquê... :p

4º Filme preferido: Muitos! Os prisioneiros de Shawshank, Moulin Rouge, A time to kill, Kiss the girls, Swept Away, Notting Hill e a Pequena Sereia :D Sei que existem outros mas agora não me lembro.

5º Poeta preferido: Não tenho!

6º Comida preferida: Sou muito esquisita! Mas adoro bacalhau. Bacalhau à brás, Bacalhau com natas, Bacalhau à Gomes de Sá, Bacalhau cozido, Bacalhau assado, enfim... bacalhau de todas as maneiras!

7º Sou muito: Teimosa, orgulhosa, preguiçosa...

8º Viagem de sonho: Austrália, Grécia, Itália, Hawai e Jamaica.

9º Gosto de: Lisboa! Benfica! Rir! Sorrir! Abraçar! Mar! Amigos! Gajos! Música! Gostar! Aventura! Concertos!

E não vou desafiar ninguém!
Hoje tou tãããããoooooo boazinha que até enjoa!

"Sitting on the dock of the bay, watching the tide roll away... ohhhh"


Música: "Sitting on the dock of the bay" - Otis Redding

Read more...

Be happy!

>> domingo, 9 de setembro de 2007

Pela 1ª vez, gostei de um casamento!
Diverti-me bastante! É o que dar ir a casamentos com velhos amigos de liceu.
Só tenho pena de não ter conseguido chegar a tempo da cerimónia pois a minha boleia chegou bastante tarde, e consequentemente, não ter lido a parte do poema que me cabia... ;(

A nossa mesa, foi a mais divertida, sem dúvida alguma.
Isso custou-nos algumas bocas mandadas em tom de brincadeira mas com outro intuito. "Para esta mesa não vem mais vinho!", "Isto está muito divertido por aqui!", "A nossa mesa está divertida mas não tão divertida como a vossa. Quer dizer, não tão alcoolizada com a vossa!"

Ficámos com a ideia que queriam todos estar na nossa mesa mas como achavam que tinham o dever de ser comportarem tão "selectamente", limitaram-se a mandar bitaites!
O pessoal não precisa de estar alcoolizado para se divertir! É difícil de entender?

Se não fosse a nossa mesa os noivos não se tinham beijado durante o copo de água inteiro, se não fosse a nossa mesa, os pais dos noivos também não! Se não fosse a nossa mesa, ninguém tinham começado a dançar quando a banda começou a tocar.

Gostei especialmente quando o nosso grupo foi para o jardim... improvisámos um limbo e toca de exercitar o corpinho... não tardou para que os noivos fossem a correr ter connosco enquanto o resto do pessoal vegetava sentado nas mesas.

No dia anterior, o B. tinha tomado dos injecções por causa de qualquer cena na costas e a médica passou-lhe uns comprimidos mas como ele tinha o casamento, disse-lhe para ele só os começar a tomar hoje, Domingo! O rapaz não aguentava as dores e teve que tomar um lá para o fim da tarde... estão a ver a moca? Comprimido com álcool? Não estão! Passou o dia inteiro a "gritar": "Quem me leva os meus fantasmas?" (da música do Abrunhosa), até que começou a falar com um... imaginário!

Quanto aos noivos... duas pessoas que eu adoro e espero que sejam muito felizes!!!
Como diz a música... "Dont worry, be happy!" :D


Ah... calhou-me o bouquet! O que quer dizer que, supostamente, serei a próxima a casar!
Era a câmara e a luz a apontar para mim, uma multidão à minha volta, a beijar-me, a dar os parabéns e a perguntar: "Quando é?" Claro que os meus amigos estavam a molhar a cuequinha de tanto rir enquanto eu só queria um buraco onde me enfiar.

Como me disse o noivo: "A C. casa no Domingo, por isso, arranja-te como quiseres mas vais ter que casar até 5ª feira, no máximo 6ª, vá!"

É que é já a seguir!

Música: "Dont worry, be happy" - Cliff qq coisa

Read more...

Velhice!

>> sábado, 8 de setembro de 2007


Tou a ficar velha!
É verdade!
Não acreditam?

Acabei de vir da cabeleireira (uma coisa que adoro... not!) porque daqui a umas horas tenho um casamento (outra coisa que gosto muito... ou não!). E pronto, lá decidi ir esticar o cabelo e fazer assim uma coisa engraçadita!
E então não é que ao ela me esticar o cabelo descobri aí uns 6 (SEIS) cabelos brancos? SEIS!!!
Como alguns de vocês sabem, o meu cabelo é encaracoladíssimo, e assim não dá para ver o que vai lá para o meio.. mas agora, descobri-os, os malandros!

Tou a ficar velha e ninguém me dizia nada?

Helluah... já te estás a habituar à tua franja? eheh



E já vos disse que adoro Lisboa? Não? Já?
É uma das minhas paixões. Lisboa, o Glorioso, Amigos, Música e o Mar!
Todas estas coisas fazem-me ficar com um sorriso DESTE TAMANHO!

Bem, e agora vou ver se ponho o 1.80m em condições para dar de frosques!

Portem-se razoavelmente mal!


(Post feito à pressão. Vocês são muito exigentes. Não pode uma pessoa andar ocupada e sem imaginação para escrever aqui que começam logo com ameaças de pancada e coiso e tal. Satisfeitos? Não, pois não? Depois escrevo algo mais interessante... ou não!)

Música: "Lisboa Menina e Moça" - Carlos do Carmos

Read more...

Os transportes!

>> quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Nota introdutória:
Este texto é totalmente real e livre de tangas. Tudo o que nele constar é de uma verdade surreal que foi constatada durante o dia de hoje. Não haverá qualquer tipo de enfeites nem alterações aos factos reais. Por mais estupidez que possa concentrar… a culpa não é minha!!!

Mulheka entra para o seu bus de 2º andar para ir p’a casa, senta-se numa das cadeirinhas e ouve atentamente o relato do Copenhaga vs GLORIOSO (GANHÁMOS!!! BENFIIIIIIICA !!!! CAMACHO, és o REI! Continua a gritar com os moços! Só assim é que eles vão lá! Tou contigo, cariño!)

Entra no bus um gajo assim meio apanhado do clima (que é da terra onde vivo e por isso é que sei que ele é assim meio a atirar p’o esgroviado!) e senta-se à minha frente. No outro par de bancos ao lado do dele, estava uma senhora. No final dos 40, talvez. Bem bronzeada, pernoca firme. Uns calções curtinhos. Não era bonita mas era jeitosa!

Estou eu concentrada a ouvir o relato e oiço algo que se põe entre o relato e eu:

- Olhe desculpe! Será que me pode acertar aqui as horas deste relógio? É que eu não percebo nada disto.

E nesta altura tá o gajo a empenhar o telemóvel na direcção da senhora jeitosa!

“Deixa-me lá acomodar que isto vai ser bonito!”, pensei!

A senhora olha de lado mas lá diz: “Dê cá para ver se eu percebo disso!” e diz ele: “Não lhe quero faltar ao respeito mas que é não percebo mesmo disto!”

Passado um bocado diz ele assim: “Será que me posso sentar aí? É que não percebo nada destas coisas e assim aprendo.” Ela lá o deixou sentar-se.

Conversa:

Ela – Olhe tem aqui umas mensagens para ler (e passou-lhe o tlm)
Ele – Pode ser você a ler? É que não percebo nada disto.
Ela – (A ler a sms) “A sua senhora está a passar mal!”
Ele – Ah!!! Isso são uns gandins. Uma vez meti-me com eles e agora mandam-me mensagens dessas.
Ela – (Sms seguinte) “Um abraço de teu primo. Que faças com que a tia e a avó tenham uma vida feliz!”
Ele – “Ah… é um primo do Brasil. Um querido!”

(…. Conversa que não apanhei porque também tinha que tar atenta ao jogo e o gajo era difícil de perceber)

Oiço ele a dar o nº. Ela a ligar.

Ele – “Aaaaaahhh! Era para saber se tinha som ou não no telemóvel. Afinal tem. Obrigada!”

(…)
(…)

(Já quase no final da viagem)

Ele – “Olha, foste uma simpatia. Muito obrigada por me teres ajudado.
Ela – “De nada”

(Silêncio…)

Ele – Sabes que é difícil encontrar pessoas como tu, obrigada!
Ela – (Muda! Só a acenava que sim com a cabeça)
Ele – Não sei se vou já para casa ou não.
Ela – (Muda)
Ele – Se calhar vou já para casa.
Ela – (Muda)

(Silêncio…)

Ele – Olha, tas a ver ali aquela casa ao fundo? Ah espera, vamos lá passar. Tas a ver? Aquela… ali… depois de…. Espera que já te mostro onde mora a minha avó.
Ela – “Não é preciso!”
Ele – “Mas olha, é mesmo ali!”
Ela – (Muda)

O telemóvel da senhora toca. Ela fala. Ela desliga.

Ele – “A conversa correu bem, hein?)

(Silêncio…)

Ele – “Olha, foste uma simpatia por me teres ajudado. Sabes que já não há pessoas assim. Estou muito feliz. Feliz por ter encontrado alguém assim tão simpático como tu!

A senhora coitada só abanava que sim com a cabeça, já nem conseguia olha para ele.

Ele – (Já a levantar-se para sair). “Mas olha, és uma pessoa de muito valor. Gostei muito de te conhecer. Se eu um dia te ligar, é para agradecer por me teres ajudado porque és uma simpatia e já não há pessoas assim. Tem uma noite feliz!
(Oh amigo, ela vai ter uma noite feliz mas não é contigo pah!!!)

Ele - (A descer as escadas do autocarro) – “Obrigadaaaaa!”

Para finalizar, ele põe-se à frente do bus para lhe dizer adeus!

E eu JURO que não inventei nada!

Gostei especialmente da parte dos gandins… aqueles malvados!
Quais big brothers pré-fabricados quais quê! Umas camarazitas ocultas e uns microfones nos transportes públicos é que era!!! Pérola atrás de pérola….

Read more...

Impotência!

>> domingo, 19 de agosto de 2007


Hoje vim falar de compromissos, amizades coloridas e pretos nos brancos.

Mas antes de começar a desbobinar, vou-vos dizer o que para mim quer dizer cada umas das expressões pois existem vários significados diferentes para cada uma e assim, sabendo vocês o que quero dizer com elas, será mais fácil entenderem o meu ponto de vista… ou não!

Compromisso – Normalmente existe entre duas pessoas que se gostam (Raparem, eu disse “normalmente”. Supostamente deveria ser assim, supostamente…).
Namoram, têm uma relação, um compromisso. Exclusividade um para com o outro. Supostamente…

Amizade colorida - Para esta existem os mais diversos significados. Para mim: Dois conhecidos que de vez em quando, quando lhes dá a vontade, se encontram para dar a real queca. Na minha opinião, não se deveria chamar amizade colorida mas sim “Convivência colorida”. Quando fartou, simplesmente esquecem. Sem explicações, justificações, avisos. Adio adiou, auf wiedersin goodbye!

Preto no Branco – Esta expressão foi retirada deste post do Topo. Apesar do significado que lhe dou ser diferente do do post, foi daí que me veio a ideia.
Preto no branco. Situação esclarecida entre duas pessoas que se conhecem bem, que se gostam, são amigos. Gostam de estar um com o outro mas não querem um compromisso. Ao não quererem assumir um compromisso, não podem pedir exclusividade mas é uma relação com muito mais respeito que a “convivência colorida”, dão-se certas justificações, certas explicações, põe-se o preto no branco!

Ultimamente, em vários blogs tem-se falado bastante de traições a.k.a impossibilidade de alguém em se manter fiél.

Para mim é básico:
Se não conseguem manter a pila, o zezinho, o Joãozinho, o luizinho ou seja qual for o nome que lhe gostem de chamar, dentro das calças… qual a razão de se meterem num compromisso?

Uns dizem:

“Eu amo-a mas também tenho as minhas paixões e isso são coisas das quais não podemos fugir!”

“Foi mais forte que eu, não consegui resistir!”

“Eu sei que não o devia ter feito mas é algo que não dá para controlar. É um impulso!”

Poderia continuar mas chegam estes para exemplos.
O meu comentário? Bullshit!

No outro dia tive uma conversa sobre este assunto com um amigo meu casado. Ele dizia-me um pouco destes 3 exemplos que aqui escrevi.
Que o trair não era algo racional, que era como que um impulso, não dava para ignorar. Que ama a mulher, mas que de vez em quando tem paixões e que são coisas incontroláveis. Que não o faz por maldade, que não o faz para magoar, sabe que não devia mas simplesmente não consegue deixar de o fazer se a situação se proporcionar.

Basicamente, foi este o discurso!


Só concordei num ponto: As paixões não se controlam, é verdade.
Mas de admitir que temos uma paixão por alguém até concretizá-la… vai um grande passo! Se temos uma pessoa na nossa vida, respeito é algo que deveria existir entre os dois. E agir como se não tivéssemos qualquer tipo de responsabilidade, estaria fora de questão… supostamente!

Experimentem as amizades coloridas, experimentem os pretos nos brancos. Deixem de experimentar os encornanços a.k.a faltas de respeito! É vulgar!!! O que é feito da originalidade?


Se querem andar a saltar de cueca em cueca ou de boxer em boxer… Não assumam relaçõeas com ninguém! Deixem-se estar solteiros. Seria muito melhor, para ambos. Poupava-se trabalho e tempo.
O que trai não teria que andar com dois telemóveis, inventar desculpas esfarrapadas para encobrir as facadinhas. E o traído não precisaria de andar com enfeites na testa sem necessidade nenhuma e poupavam-no à perda de tempo com alguém merecedor de um belo chuto no meio das pernas e uma cotovelada no meio da boca.

É assim tão difícil de atingir?
Não há potência suficiente para o sangue ser bombeado para todos os lados?
Será este o verdadeiro significado da palavra "impotência"?

Read more...

  © Blogger templates Romantico by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP